Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

 

An Overview of Brazilian Law

 

O curso de extensão consistirá em um curso de 30h, dividido em 15 palestras/sessões de 2h, sobre variados temas do direito brasileiro. O curso será todo ministrado em inglês. O curso se insere no plano de internacionalização da UFRJ e, em especial, da Faculdade Nacional de Direito; visando mostrar uma visão do direito brasileiro, através da língua inglesa, atraindo provavelmente, um público externo de estrangeiros e profissionais, que buscam investir em educação continuada, além de acadêmicos da própria faculdade. A realização do curso em inglês permite não somente desenvolver o uso de uma língua estrangeira de forma técnica, mas também despertar o espírito crítico e reflexão sobre o uso do direito comparado, na medida em que a terminologia a ser utilizada remete obrigatoriamente para este campo do direito, desenvolvendo, portanto, múltiplas habilidades dos usuários.    Sobre a segunda turma do curso, cabe ressaltar que alguns pontos do curso serão alterados, visando aperfeiçoá-lo.  Desse modo, as aulas/palestras não serão somente expositivas, mas serão feitas atividades como trabalhar com documentos da rotina profissional do direito, como modelos de contratos e pareceres, em inglês, ligados à temática do curso, buscando torná-lo mais dinâmico.

 

Mais informações

 

Como Funciona a Sociedade 1

 

Este curso pretende construir os instrumentos de forma colaborativa com o participantes uma analise do processo de formação da sociedade capitalista, sua organização e forma de funcionamento, explorando os conceitos de desigualdade, relações sociais de produção, desenvolvimento das forças produtivas, força de trabalho, valor, mais-valor, estado, aparelhos ideológicos.  Desta forma é um curso básico de noções economia política, Estado e Ideologia.

 

Mais informações

 

Como Funciona a Sociedade 2

 

Este curso pretende construir os instrumentos, de forma colaborativa com o participantes, para uma analise do processo de crise da sociedade capitalista, sua organização e forma de funcionamento, explorando os conceitos de concorrência, taxa de lucro, taxa de acumulação, composição orgânica, composição técnica, lei geral da acumulação.    Desta forma, trata-se de um curso de noções básicas de economia política e visões sobre a dinâmica das crises.

 

Mais informações

 

Curso de Extensão Luta Antimanicomial e Feminismos: discussões de gênero, raça e classe para a Reforma Psiquiátrica brasileira

 

O presente projeto de extensão pretende fomentar o debate acerca da luta antimanicomial e a interface com as relações de gênero, raça e classe, por meio da estratégia da educação popular. O objetivo do curso é possibilitar a ampliação do debate junto aos trabalhadores e militantes inseridos no campo da saúde mental.  A demanda pela ampliação do debate vem se dando, ora pelo crescimento do tema no cenário internacional e nacional, ora pelas denúncias de racismo, machismo, violência, assassinato etc, que envolvem a população atendida pela política de saúde mental, além do aumento do consumo de psicotrópicos relacionados ao sofrimento produzido pelas desigualdades.

 

Mais informações

 

Curso de Treinamento e Qualificação Profissional em Psicologia Forense (Perícia Judicial)

 

A psicologia forense (PF) corresponde à subárea de atuação da Psicologia com interface com o Direito, destinada ao esclarecimento de demandas judiciais, realização de perícias e produção de documentos de interesse Legal. O profissional necessita de formação especializada para atuar como perito, assistente técnico e na produção de relatórios e pareceres. A psicologia forense tem como principal fundamento o exame psicológico realizado na prática clínica, marcadamente os elementos técnicos inerentes a este método. A adequação e correspondência entre os achados do exame pericial e as necessidades do Juízo (ou Autoridade competente) é a principal tarefa do psicólogo forense com a produção da prova pericial.   A PF tem sido o foco crescente de pesquisas científicas na atualidade. Avanços obtidos têm contribuído no desenvolvimento de instrumentos psicométricos e no aperfeiçoamento dos métodos de investigação adotados no exame pericial. Tais elementos demostram a importância do tema e seu potencial de desenvolvimento científico. A crescente demanda da Justiça e do mercado por profissionais habilitados à prática pericial reafirmam a relevância da PF.  O tema, entretanto, não é aprofundado na graduação de psicologia. A carência de centros de formação e capacitação em PF contribui para que os profissionais atuem sem formação específica, fato que expõem o profissional a eventuais falhas e podem comprometer a qualidade da prova pericial (objetivo final da perícia). Este curso tem por objetivo capacitar o aluno para atuar na área de PF, como psicólogo perito, assistente técnico e na produção de documentos psicológico-legais no âmbito público ou privado.

 

Mais informações

 

Direitos culturais e o direito à cidade

 

De março a julho de 2019 acontecerão os encontros da quarta turma do Programa de Formação “Direitos Culturais e o Direito à Cidade”. Um espaço de informação voltado para educadores sociais e outros agentes socioculturais (professores, artistas, etc), em especial aqueles engajados em trabalhos com população em situação de rua. Os temas abordados consideram a relação estreita entre as formas de engajamento destes atores nas lutas pelo direito à cidade, assim como a ampliação da perspectiva dos direitos humanos abarcando o campo da cultura. A partir desta atividade, espera-se que os agentes que operam cotidianamente no  espaço público possam ampliar os repertórios de suas ações, ao compreender a natureza dialética da produção do espaço urbano diante das diversas expressões do fenômeno político-cultural, em especial as  que se constroem na dinâmica da diversidade e alteridade.

 

Mais informações

 

Direitos Humanos em Tela

 

Dentro do escopo do 'Programa NEPP-DH: educação e qualificação para a prática dos Direitos Humanos', a presente proposta refere-se à retomada de uma importante e pioneira ação extensionista da unidade. O curso Direitos Humanos em Tela tem por objetivo a exibição de filmes que possam servir de disparadores de discussões relativas ao tema, ampliando a visibilidade da memória da luta pelos Direitos Humanos, principalmente no Brasil e na América Latina. Espera-se alcançar alunos da UFRJ e de outras universidades, bem como militantes de movimentos sociais, na perspectiva da construção de um espaço de diálogo favorável à formação de leitura crítica do capitalismo contemporâneo.   Para a edição de 2019/1, espera-se seguir adiante na execução do projeto, assegurando que ele se mantenha alinhado aos temas dos direitos humanos enquanto forma de resistência à barbárie e luta pela construção de uma sociabilidade emancipatória.

 

Mais informações

 

Formação de Promotoras Legais Populares (PLPs)

 

O curso de formação de Promotoras Legais Populares (PLPs) tem como objetivo sensibilizar estudantes de direito na perspectiva de gênero, trocar conhecimento com os movimentos feministas e formar promotoras legais populares ampliando o acesso à justiça as mulheres. O público alvo do curso é composto por mulheres de favelas, de movimentos sociais e estudantes de direito.

 

Mais informações

 

História dos Movimentos Sociais no Brasil

 

O presente curso é realizado desde 2012 no escopo do Programa 'NEPP-DH: educação e qualificação para a prática dos Direitos Humanos', apoiado outrora pelos editais PROEXT. Tem por propósito fortalecer a função social da Universidade no que diz respeito às ações de Educação em Direitos Humanos em sua perspectiva não formal. Assim, toma-se a extensão universitária como registro fundamental para fortalecer as iniciativas de ensino e pesquisa nesta área que vêm sendo feitas pela unidade ao longo de seus 12 anos. O curso busca debater junto à comunidade, principalmente ativistas e militantes de diversos movimentos e grupo, assim como estudantes da rede pública (federal, estadual e municipal), o conjunto de questões reunidas em torno da defesa dos direitos humanos e da construção de políticas públicas voltadas a segmentos específicos da sociedade brasileira.

 

Mais informações

 

Literatura e Democracia

 

O movimento geopolítico, os fluxos econômicos transnacionais, as transformações tecnológicas e os atravessamentos culturais que caracterizam a experiência global destas primeiras décadas do século XXI impõem desafios e questionamentos urgentes sobre as formas possíveis de materialização, hoje, da realização do Estado moderno democrático, respaldado no legado liberal e igualitário do Iluminismo, o qual se vê fragilizado diante do persistente cenário de distribuição injusta de riquezas, de assimetria na organização dos poderes e desigualdade na partilha de direitos. Some-se a isso, ou mesmo por isso, o fortalecimento e popularização de grupos e discursos autoritários, intolerantes, iliberais e etnocêntricos, assim como o ressurgimento de tensionamentos ideológicos anacrônicos, impelem para a constatação, ainda que relutante, de que a democracia não é uma certeza entre nós, sequer um consenso.  Na sociedade brasileira, particularmente, que configurações esse debate assume e que trilhas de pensamento e de ação podemos construir? A proposta deste curso é produzir um espaço de reflexão, diálogo e crítica a partir da  produção literária de autores anglófonos cujas obras abordam a questão da democracia a partir de tradições intelectuais e contextos históricos  radicalmente distintos. Considerando o grau de imbricação e a posição privilegiada que a língua e as literaturas de língua inglesa ocuparam e ocupam no centro do processo de globalização e construção da modernidade ocidental, o curso pretende explorar um conjunto plural de perspectivas e experiências historicamente situadas, ao mesmo tempo que estimula a percepção de conexões e cruzamentos com a contemporaneidade, especialmente em relação ao contexto brasileiro.

 

Mais informações

 

Questão de Gênero

 

O curso pretende desenvolver junto com os participantes uma análise da construção social atribuída as mulheres e suas lutas especificas. Debater a noção de Gênero pensando como a sociedade constrói 'homens e mulheres'. Introduzir a dimensão de classe na análise discutindo como trabalhadores e trabalhadoras veem seu sexo, gênero e sensualidade. Para finalmente elaborar juntos uma pauta de discussão e pensamento para ação na questão de gênero.

 

Mais informações

 

Ser Diferente, Ser Igual

 

Este projeto se justifica por propor ações de intervenção para a prevenção e para o combate ao bullying, à violência, ao preconceito e à discriminação em suas diversas expressões e motivações (racismo, LGBTfobia, machismo, classismo, capacitismo, gordofobia, etc.) a partir do protagonismo e da autoria de profissionais da educação básica, especialmente aquelas e aqueles que se encontram em exercício docente, no espaço da escola. Neste sentido, todo o escopo desta proposta focaliza o fortalecimento da cidadania dos sujeitos que vivem no território alcançado por ela. Trata-se de fortalecer o desenvolvimento de habilidades e competências para a gestão das emoções, para a autonomização, para a construção de relações interpessoais éticas e para a manutenção da integridade individual e coletiva, considerando as realidades sociais e culturais dos sujeitos envolvidos.

 

Mais informações

 

Tecendo reflexões sobre questões de gênero e raça

 

O curso é voltado para servidores públicos das três instâncias (Municipal, estadual e federal). Pretende-se promover discussões sobre questões de gênero e raça, considerando as lutas sociais travadas ao longo da história para compreensão dos conflitos, da violação de direitos e do acesso à cidadania nos contextos da atualidade.

 

Mais informações

 

Videoativismo - linguagem audiovisual em diálogo com a ética

 

Proposta de curso de extensão em que serão discutidos questões do âmbito da ética e da justiça social a partir da linguagem audiovisual. A proposta está ancorada no pressuposto de que o cinema se constitui numa ação pedagógica, contribuindo para reflexões éticas. Através das discussões da linguagem e do fazer cinematográfico, serão propostas atividades na qual os alunos desenvolvam uma forma de expressão, onde possam elaborar, refletir e problematizar questões da sociedade.

 

Mais informações

 


 

Logo UFRJ faz 100 anos rodape ouvidoriarodape sigarodape sigpetrodape sigprojlogo forproex nacional novo

UFRJ | Graduação | Pós Graduação e Pesquisa | Planejamento, Desenvolvimento | Pessoal Gestão e Governança | Políticas Estudantis |Prefeitura

Praça Jorge Machado Moreira, s/nº, Cidade Universitária, Rio de Janeiro, RJ - CEP 21941-592

Tel. (21) 3938-0494 / (21) 3938-0617 - E-mail: gabinetepr5@pr5.ufrj.br

UFRJ PR5 - Pró-Reitoria de Extensão
Desenvolvido por: TIC/UFRJ